Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
11 de Abril de 2019 às 13:15

ECT assume autoritarismo do Governo Bolsonaro para tentar sufocar o movimento sindical

Os ataques promovidos pelo Governo Bolsonaro ao movimento sindical e, por consequência, à classe trabalhadora brasileira, têm sido cada vez maiores. O último golpe com a Medida Provisória nº 873 que altera a forma de financiamento dos sindicatos pretende, antes de tudo, sufocar as entidades, inviabilizando o custeio de suas atividades e seu funcionamento.

A justificativa usada é de dar “liberdade” aos associados, mas depois de 100 dias de governo é cada vez mais evidente que o presidente lidera uma guerra ideológica e solitária ao invés de dar respostas aos problemas do povo que já sofre com mais de 12% de desemprego. Afinal, que liberdade é essa que beneficia os banqueiros ao estipular que a única forma de pagamento passe por instituições bancárias?

A ECT diz seguir orientações diretas da Secretaria Especial de Desestatização e Desinvestimento Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) para cumprir a nova legislação, mas além da MP 873/2019, a empresa também resolveu suspender todas as liberações dos membros de comissões dos sindicatos e das federações (mesmo quando não há ônus), exceto em atividades da própria empresa e fazer novas exigências para liberação de trabalhadores eleitos em assembleia para participar de atividades sindicais, dois ataques diretos à liberdade sindical.

Toda essa hostilidade não é por acaso. Com dificuldades para aprovar a Reforma da Previdência, o governo teve que fazer mais concessões que o esperado, além de expor sua fragilidade ao travar uma guerra pública com a presidência da Câmara. Nos Correios aproxima-se a Campanha Salarial e é óbvia a tentativa de enfraquecer a mobilização da categoria, principalmente com a ofensiva pela privatização já anunciada desde o primeiro dia pelo presidente eleito.

A FENTECT orienta todos os sindicatos a ingressarem com ação na Justiça para garantir o repasse com desconto em folha de pagamento e já está em contato com os advogados para tentar reverter a questão das liberações que ferem diretamente o direito de livre organização dos trabalhadores. Mas nada será possível se não houver consciência de que vivemos o momento mais crítico da história do movimento sindical recente. É preciso muita luta para resistir porque o governo já mostrou que não está disposto a dialogar pois enxerga a classe trabalhadora como inimiga.


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br